Medicine

Vamos falar de Candidíase Vaginal

Quais os fatores de riscos para contrair Candidíase Vaginal?

A candidíase não é uma IST (infecção sexualmente transmissível) e os riscos para desenvolver candidíase são:

  1. Use de contraceptivos hormonais (por exemplo, pílulas anticoncepcionais)
  2. Uso de antibióticos
  3. Aumento da umidade e da temperatura vaginal, seja por hábitos de higiene, vestuários ou ambientes quentes (por exemplo, praias).
  4. Sistema imunológico enfraquecido, seja por alguma doença ou uso de medicação imunossupressora.
  5. Gestantes
  6. Obesidade
  7. Diabetes

Quais são os sintomas da Candidíase?

A candidíase é facilmente diagnosticada pelo quadro clínico da paciente e pelo exame físico. O principal sintoma é a coceira ou dor vaginal acompanhada de:

  • Inflamação da vagina
  • Dor durante a relação sexual, geralmente na penetração.
  • Dor ou desconforto ao urinar.
  • Corrimento vaginal anormal, sem cheiro e semelhante a ‘leite coalhado’.
  • Os sintomas podem piorar antes da menstruação, quando há mais acidez vaginal.

Além disso, podemos observar o fungo no exame microscópico.

Microfotografia da Candida. Fonte: Ginecologia — Williams, 2ª ed.

A presença do fungo na vagina é considerada candidíase?

Não. A microbiota vaginal normal da mulher é um conjunto de microrganismos que habitam na vagina sem causar doenças ou sintomas. Podem ser bactérias ou fungos. Curiosamente, vivem em harmonia entre eles.

A candidíase se desenvolve somente quando há um desequilíbrio na microbiota vaginal pelos fatores de riscos citados acima, onde o ambiente se torna favorável para a proliferação do fungo.

Até 20% das mulheres podem ter o fungo na vagina sem apresentar nenhum sintoma.

Como é feito o tratamento para candidíase?

O tratamento pode ser realizado com cremes vaginais ou medicações antifúngicas orais. A maioria dos casos responde bem ao tratamento e uma pequena parcela (cerca de 5% das mulheres em idade produtiva) apresenta candidíase recorrente, caracterizada por 4 casos ou mais no ano, sendo necessário um tratamento mais prolongado.

Os parceiros sexuais devem ser tratados?

Por não ser uma infecção sexualmente transmissível os parceiros não precisam ser tratados, com exceção daqueles que apresentarem irritação ou coceira na glande do pênis.

Como prevenir a candidíase vaginal?

  1. Usar roupas íntimas de algodão pode ajudar a reduzir a infecção pelo fungo.
  2. Como tomar antibióticos pode levar à candidíase vaginal, tome esses medicamentos somente quando prescritos e exatamente como seu médico lhe disser.
  3. A alimentação influencia na saúde vaginal, portanto, busque uma alimentação saudável e pratique atividades físicas.

Source link

Related Articles

Leave a Reply

Back to top button